Blog | Dia Mundial do Doador de Sangue

15 de junho de 2021

O dia 14/06 foi escolhido para conscientizar e firmar o papel importante que a doação de sangue possui. A data foi escolhida em homenagem ao nascimento do médico que descobriu o fator RH,  Karl Landsteiner, imunologista austríaco, que identificou os variados tipos sanguíneos existentes. 

Junho é também é considerado  o mês da conscientização e foi escolhido tanto por ser o coincidir com a campanha do doador quanto por ser uma temporada mais fria em todo país, que, consequentemente é o período com baixa no número de doações. 

Com doações voluntárias e constantes que se pode garantir o abastecimento de sangue em hospitais e combater a escassez que tanto prejudica a vida de pessoas que dependem desse recurso. 

Saiba a seguir o que necessário fazer para realizar a doação de sangue e consequentemente salvar  vidas. 

— Levar documento de identidade com foto e órgão expedidor;

— Estar em boas condições de saúde;

— Ter entre 16 a 69 anos de idade (de 16 a 17 anos com autorização do responsável legal); ter idade até 60 anos, se for a primeira doação;

— Intervalo entre doações de sangue de 90 dias para mulheres e 60 dias para homens;

— Pesar mais do que 50 kg;

— Não estar em jejum;

— Após o almoço ou jantar, aguardar pelo menos 3 horas;

— Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

— Não ter tido parto ou aborto há menos de 3 meses;

— Não estar grávida ou amamentando;

— Não ter feito tatuagem ou maquiagem definitiva há menos de 12 meses;

— Não ter piercing em cavidade oral ou região genital;

— Não ter feito endoscopia ou colonoscopia há menos de 6 meses;

— Não ter tido febre, infecção bacteriana ou gripe há menos de 15 dias;

— Não ter fator de risco ou histórico de doenças infecciosas, transmissíveis por transfusão (hepatite após 11 anos, hepatite b ou c, doença de chagas, sífilis, aids, hiv, htlv i/ii);

— Não ter visitado área endêmica de malária há menos de 1 ano;

— Não ter tido malária;

— Não ter diabetes em uso de insulina ou epilepsia em tratamento;

— Não ter feito uso de medicamentos anti-inflamatórios há menos de 3 dias (se a doação for de plaquetas).

As informações foram retiradas da Biblioteca Virtual em Saúde e recebem constantes atualizações. Caso esteja apto para fazer a doação, procure unidades de coleta, assim como os Hemocentros mais próximos e realize a ação. 

A Renaux Service encoraja seus funcionários e demais colaboradores a fazer parte desta campanha, principalmente em um período atípico como esse que vivemos. E deseja, para todos que já realizam tal prática, um feliz dia Mundial do Doador de Sangue!

 

 

Voltar